Início > Curisidades > Um terço da carga horária será para planejamento

Um terço da carga horária será para planejamento

Os professores do ensino fundamental das escolas municipais de Fortaleza terão um terço do seu horário destinado à jornada extraclasse, a partir deste mês. Dessa forma, os oito mil docentes terão mais tempo, dentro do horário de trabalho, para preparar as atividades realizadas na sala de aula.

A partir deste mês, cerca de 8 mil professores do ensino fundamental das escolas municipais de Fortaleza terão parte de sua jornada de trabalho destinada ao planejamento de atividades, o que deve ocorrer fora da sala de aula

O titular da Secretaria Municipal de Educação (SME), Ivo Gomes, anunciou, ontem, a novidade em seu perfil da rede social Facebook: “Divido com vcs a alegria de poder dizer que todos os professores do ensino fundamental das escolas públicas de Fortaleza agora exercem o seu direito ao 1/3 de planejamento. Foram 5 anos de luta. Obg Prefeito Roberto Cláudio pelo apoio indispensável para essa vitória dos professores de Fortaleza. A propósito, somente 7, das 26 capitais brasileiras, garantem esse direito aos professores (sic)”.

De acordo com a assessoria de comunicação da SME, para que a medida fosse colocada em prática, foi necessário realizar um levantamento para saber a quantidade de professores em sala de aula e a carga horária dedicada a essa atividade. A implantação de um terço da carga horária voltada ao planejamento gerou algumas carências, mas já foram supridas com a contratação de professores substitutos.

A quantidade de horas destinadas à jornada extraclasse vai depender da quantidade de horas que cada mestre tiver na rede de ensino. Se ele for professor de 100 horas, por exemplo, terá 33,3 horas por mês para planejamento. Se forem 200 horas, tem 66,6 horas para isso. E se for 300 horas, terá 100 horas para realizar o seu planejamento.

Agora, o próximo passo, segundo a SME, será o de implantar o um terço de planejamento para todos os professores da educação infantil. O objetivo é que isso seja feito progressivamente, a partir do início do ano letivo de 2014, quando será realizado o levantamento de carga horária e de professores lotados em sala de aula, tal qual foi feito com os professores do fundamental.

Luta

Para o vice-presidente do Sindicato dos Professores do Estado do Ceará (Apeoc), Reginaldo Pinheiro, o horário destinado à jornada extraclasse é um avanço importante que foi conquistado pela luta da categoria. “Ainda queremos que a mesma coisa seja feita para os profissionais da educação infantil. Além disso, esperamos que nessas horas, dentro da escola, eles possam fazer a formação continuada”.

Reginaldo acredita que essa mudança vai reduzir o número de professores doentes. “Antes eles eram obrigados a trabalhar nos fins de semana e feriados corrigindo provas ou planejando aulas. Tudo isso, mais o tempo de interação com o aluno, exige muito do professor”, disse.


Categorias:Curisidades
  1. 5 de março de 2014 às 10:33

    Assista ao documentário gravado por Dr.Valdecy Alves em que debate as principais violações à Lei do Piso do professor, Lei Federal nº 11738/2008, gravado na manhã de 06/03/2014. Além da análise de cada uma das violações desde 2008, demonstra as principais fraudes praticadas contra direitos dos professores contidos na lei e da educação de qualidade. http://valdecyalves.blogspot.com.br/2014/03/documentario-sobre-lei-do-piso-violada.html

  1. No trackbacks yet.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: